Idade Moderna - Reformas Religiosas

Menu:

Reformas Religiosas

Movimento que rompeu a unidade do cristianismo.
Isso ocorreu porque os membros da Igreja estavam abusando seu poder, vendendo terras, exigindo dos fiéis dízimos cada vez maiores e até mesmo vendendo relíquias sagradas, aumentando de forma muito significativa seu poder aquisitivo.
Com essa postura, os fiéis, reis (que buscavam a ascensão real), cleros mais humildes e a burguesia (inclusive esta, que visava o aumento do seu poder) ficaram insatisfeitos, causando assim reformas religiosas, mudando totalmente o sistema econômico, cultural e social do Estado.
Outro fator que contribuiu para as reformas religiosas foi o Renascimento, que “refletiu o desenvolvimento de uma nova mentalidade, caracterizada pelo individualismo e pelo racionalismo e ao mesmo tempo permitiu o desenvolvimento do senso crítico, impensável até então, determinando um conjunto de críticas ao comportamento do clero”.