Idade Moderna - Renascimento

Menu:

Renascimento

Originou-se no fim do século XIV na Itália e estendeu-se durantes os séculos XV e XVI por toda Europa. O fortalecimento dos burgueses e o desenvolvimento dos centros urbanos contribuíram para que essa difusão e existência por mais dois séculos fosse possível. Sendo que foi o renascimento cortesão que se difundiu pela Europa, pois os temas do Renascimento civil só poderiam penetrar em regiões onde as condições socioeconômicas fossem semelhantes às da Itália.

Foi um movimento artístico, literário e cientifico defensor do humanismo e baseado no antropocentrismo e no espírito critico em oposição ao teocentrismo. Os seus estudiosos buscaram apoio na observação, no método experimental e na reflexão racional, valorizando a natureza e o ser humano.

A decadência do renascimento italiano teve inicio no século XVI quando a economia da península itálica também estava em crise. As duas principais causas dessa crise italiana foi a transferência do eixo econômico para o Atlântico e o movimento da Contra Reforma. 

Fases do Renascimento

O renascimento foi dividido em três fases:

Ø  Trecento (século XIV): presente na Itália e pode ser caracterizado pelo rompimento com imobilismo e a hierarquia da pintura medieval e pela valorização do individual.

Ø  Quattrocento (século XV): ocorre no auge do renascimento e pode ser caracterizado pela inspiração greco-romana, pelo racionalismo e pelo experimentalismo.

Ø  Cinquecento (século XVI): faz-se presente em toda a Europa mas tem inicio também a sua decadência tendo inicio a Contra Reforma que instaura o barroco 

 
Principais representantes do Renascimento
Ø  Giotto di Bondone: O Beijo de Judas, O Julgamento Final;

Ø  Michelangelo Buonarroti: Davi, Pietá;

Ø  Rafael Sanzio: várias representações da Virgem Maria com o menino Jesus;

Ø  Leonardo da Vinci: Mona Lisa, Última Ceia;

Ø  Sandro Botticelli: O nascimento de Vênus, Primavera.



 


 







O nascimento de Vênus - Sandro Botticelli